NEABI/IFMA DIVULGA NOTA DE REPÚDIO AOS ATOS DE RACISMO CONTRA ESTUDANTES NO RIO DE JANEIRO

NEABI IFMA/Centro-Histórico: CONTRA QUALQUER FORMA DE RACISMO !!!!!

Na verdade o caso de racismo que acabou de acontecer no Rio de Janeiro com os alunos do IFMA se configurou como mais um entre tantos casos de racismo praticado dia e noite a séculos no seio da sociedade brasileira, que é sim conservadora, hipócrita e racista.

O combate ao racismo se espalhou por toda diáspora africana desde que seus descendentes na condição de escravos de uma cultura eurocêntrica da época usou de teorias cientificas biológicas e médicas para taxar todo o povo negro como uma raça inferior.

De lá pra cá foram muitos embates, muitas lideranças negras, movimentos sociais e culturais negros seja na arte ou na ciência se levantaram para dizer não a qualquer forma de preconceito racial.

Neste processo vimos que várias vozes do povo negro seja na ciência ou na arte se levantaram contra o apartheid social: Leila Gonçalez, Luís Gama, Luizão, Clementina de Jesus, Mandela, Martim Luther King, Spike Lee, Dandara, Maria Firmina, Mundinha Araújo, Abdias Nascimento, Milton Santos, Stuart Hall, Bob Marley, Peter Tosh, Sabotagem, Coxinho, Arte Nossa, Magno Cruz, Gerô, Negro Cosme, João do Vale, Jackson do Pandeiro, Itamar Assunção, Negra Li, etc.

Mesmo assim, o que ainda vemos no cotidiano da sociedade brasileira é um ataque ao povo negro seja nas periferias ou nas instituições. Ainda existe sim um sistema social de opressão a cultura negra, nossos jovens negros assim como as mulheres negras sofrem todos os dias também várias formas de violência.

Neste sentido, o Neabi do IFMA Centro Histórico repudia a forma como os estudantes do IFMA foram discriminados num evento no Rio de Janeiro durante esta semana. Devemos ficar atentos e repudiar toda a forma de discriminação às mulheres, crianças e jovens negros. Basta de Racismo. Basta de Racismo. Basta de Racismo. Viva todo o povo negro. Viva toda cultura negra. Viva todos os nossos ancestrais. Viva a África. Viva aos nossos estudantes negros do IFMA.

Junior Catatau

Artista Popular, Professor de Filosofia do IFMA, Mestre em Cultura e Sociedade pela UFMA, ex-presidente do grêmio do Cefet, ex- coordenador do DCE da UFMA, Membro do Conselho Nacional de Cultura, Coordenador do Neabi do IFMA/CH.

One thought on “NEABI/IFMA DIVULGA NOTA DE REPÚDIO AOS ATOS DE RACISMO CONTRA ESTUDANTES NO RIO DE JANEIRO

  1. Porque que infelizmente isso não me surpreende, o que deveria ser algo repudiado, ainda recebe apoio e conivência de muitas lideranças, é até cômico quanto antagônico pensar que o objetivo desse evento era falar de diversidade étnica ou melhor seria outro título “atacar a diversidade étnica e cultural dos outros”. Mas, pior ainda é observar que tal grupo não parou para pensar em que situação atual o Rio se encontra mergulhado no caos da insegurança, da corrupção, do tráfico de drogas, da falência da máquina pública e pior ainda é observar que agora está mergulhado no mar da miséria educacional e cultural, ou seja, hodiernamente o Rio ensina tudo direitinho do jeito que a estupidez e a falta de ética aplaudem “aprendam com o Rio de Janeiro o que é o fundo do poço”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll To Top